Covid-19: bebê recém-nascido é a primeira vítima mais jovem da doença no mundo!!

Internada por uma pneumonia, a mãe recebeu o resultado positivo para a doença depois de dar à luz. A criança também teve o diagnóstico logo após o parto

Uma mulher que estava na reta final da gestação foi internada com pneumonia. No hospital, os médicos suspeitaram que ela poderia estar com coronavírus e logo pediram o teste. O resultado positivo saiu apenas depois do parto. Preocupados com a saúde do bebê, os médicos também fizeram o teste para a doença na criança.

Segundo informações do jornal The Sun, o exame também deu positivo na criança e o bebê se tornou a vítima mais jovem do coronavírus no mundo. O posto antes era de um outro bebê, na China, que foi diagnosticado 30 horas após nascer.

Após os resultados, a criança e a mãe seguem em isolamento em locais separados. Ele etá no hospital em que nasceu e ela em um outro, especializado em infecções. O Royal College of Obstetricians and Gynaecologists não apoia essa separação. Eles aconselharam a não separarem as mães e os bebês e ressalvou, ainda, que os bebês podem ser amamentados normalmente, já que jovens e crianças não costumam ter complicações sérias.

Em entrevista ao jornal The Sun, os médicos disseram que ainda não sabem se a criança foi infectada no útero da mãe ou durante o parto. Eles também não revelaram se o bebê nasceu de cesárea ou parto normal.

Apesar de ainda não existirem estudos que comprovem que a doença pode passar da mãe para o bebê, alguns especialistas estão estudando casos para entender se existe essa possibilidade.

Como grávidas podem se prevenir?

Para as mulheres que não correm o risco de contaminação, principalmente por não terem tido nenhum contato com pessoas diagnosticadas com coronavírus ou que têm a suspeita da doença, os cuidados necessários são básicos.

A primeira medida a ser tomada deve ser evitar o contato com pessoas que apresentam algum tipo de infecção respiratória aguda. Entretanto, caso aconteça a proximidade, é importante que as mãos sejam lavadas por, pelo menos, 20 segundos. A medida de higiene também é indicada sempre que houver a saída para o meio público e antes de se alimentar. Não tem água e sabão? Use álcool em gel!

Também é preciso estar atenta ao ato de limpar as mãos após tossir ou espirrar, usar lenço descartável para higiene nasal e não esquecer da etiqueta respiratória, ato de usar a dobra do braço para cobrir as vias nasais ao tossir ou espirrar em vez das mãos. Inclusive, para evitar contato com qualquer secreção, não esqueça de não compartilhar itens de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Já para as grávidas que forem colocadas como “caso suspeito“, elas deverão usar máscaras de proteção e quem atendê-las deverá estar equipado com “máscara, luvas, óculos e avental”, como detalha o documento. Além disso, há também o alerta para que essas pacientes fiquem hospitalizadas até que os exames capazes de concluir o laudo sejam feitos.

Se a gestante for realmente diagnosticada com o coronavírus, a Federação pontua que ela mostrará sintomas semelhantes aos de quem foi diagnosticado com pneumonia causada pelo H1N1 e outras bactérias atípicas. Por isso, o tratamento indicado será parecido com o dessas doenças, dependendo do grau de sintomas apresentado pela paciente e com atenção para os sinais diferentes que surgirem.

A mulher adoecida que está no fim da gravidez e tenha dúvidas sobre o parto do bebê, deverá consultar seu obstetra, já que não há uma certeza absoluta sobre qual o melhor método de trazer o bebê ao mundo neste caso. Até o momento, as conclusões estão sendo elaboradas a partir do que se sabe sobre os vírus citados anteriormente.

“Por analogia com mulheres infectadas pelo H1N1CoV-SARS ou CoV-MERS, mulheres em boas condições gerais, sem restrição respiratória, elevada taxa de oxigenação podem se beneficiar do parto vaginal, bem como o feto. No entanto, com restrição respiratória, a interrupção da gravidez por cesárea, a despeito do risco anestésico, seria a melhor opção. Neste caso a anestesia seria um outro desafio”, pontua o documento da instituição.

Entretanto, assim como eles alertam, tudo isso deve ser discutido com os médicos que têm acompanhado a gestante, pois “as decisões sobre o parto de emergência e a interrupção da gravidez são desafiadoras e baseadas em muitos fatores”, finaliza a Federação.

Coronavírus: como prevenir sua família

Os coronavírus são uma família de vírus conhecida há mais de 50 anos. Tem este nome porque parece uma coroa, se visto no microscópio. Algumas cepas infectam seres humanos, outras infectam somente animais. O novo vírus (2019-nCoV) provavelmente é uma mutação que não atingia humanos e, nos últimos meses, passou de um animal para uma pessoa em um mercado de frutos do mar e animais vivos na cidade de Wuhan, na China. Para se prevenir, a recomendação do Ministério da Saúde é a mesma feita para a prevenção de infecções respiratórias agudas. São elas:

  • evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • lavar as mãos com frequência, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • manter os ambientes bem ventilados;
  • evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Bebê recém-nascido é a mais jovem pessoa a ter coronavírus
  • A mãe estava internada com uma pneumonia e recebeu o resultado – positivo – dos testes logo após dar a luz
  • Preocupados com a saúde da criança, os médicos logo lhe passaram o exame, que também deu positivo
  • Mãe e bebê são mantidos em isolamento em hospitais separados

Celso Oliveira

Sou um renomado escritor e jornalista especializado em vagas de emprego, minha paixão é conectar profissionais talentosos com oportunidades de carreira promissoras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

0